Breve comunicado ao jovem Fábio Martins




Olá Fábio,

Queria pedir que não interpretasses este texto como algo depreciativo;
Não sou "hater" nem nada parecido. Aliás, neste caso concreto, considero que não sou nada!
Quero pensar que sou apenas mais um que teve acesso à tua página de Facebook - o teu lugar de eleição - e ficou chocado.

Não te conhecia até há bem pouco tempo e foi preciso pensar um pouco até decidir escrever estas linhas que tenciono passar.

Confusões, quezílias, maledicências, intrigas e frases que se encontram ligadas à prática do suicídio. Sim, isto é um pequeno resumo do que vi na tua rede social azul.

Pela actividade que desenvolves na página de Facebook depreendo que queiras ser Youtuber (aquelas pessoas que fazem vídeos sobre diversos temas) e, por isso mesmo, julgo que tenho de te dizer: pára de fazer o que tens feito até agora!

Se o que desejas para a tua vida é a criação de conteúdos para a Internet acaba com o palavreado que tens vindo a praticar. Limpa a tua imagem! É errado e passa uma imagem muito brejeira (atrevo-me a dizer mal educada) de ti.
Uma coisa é o calão utilizado no meio de uma anedota ou no seio das nossas amizades, outra coisa são os teus vídeos.

Por outro lado, vídeos de "perguntas e respostas" é assunto batido e nada original. Já foi feito! Muitas e muitas vezes por tantos outros... Quando queremos algo, temos de marcar pela diferença... por mais pequena que ela possa ser ou parecer.

Se deixares de te gravar durante dois dias e ganhares esse mesmo tempo para analisar todos os vídeos que produziste nestas duas últimas semanas, terás a percepção de que 100% dos teus vídeos foram criados tendo como base este assunto: aqueles que dizem mal de ti.

O que é que isto quer dizer?
Conteúdo original é zero.
São vídeos associados e criados por aqueles que julgam deter algo (chamemos-lhe fama) por simplesmente terem imensos seguidores numa rede social. Mas, até isso, hoje em dia, é possível comprar.

Como é lógico tudo isto tem os seus prós e contras. E sim, tens de lidar com isso!

Desculpa o facto de te ter tratado por "tu" em todo o texto, mas o Facebook que te transportou para a fama que julgas ter, assim o permite, criando este regime de proximidade entre as pessoas.

Relembro que o meu intuito não é criticar e sim ajudar.

Bons vídeos, bons "posts" e boas férias do Facebook (que julgo que só te iriam fazer bem).


Atenciosamente,
Tito Pinto


P.s.1: Para quem não conhece o Fábio e andou meio perdido no texto (apesar de retratar uma boa quota parte da juventude de hoje em dia), eis o Facebook dele: https://www.facebook.com/fabiomartiiins?fref=ts

P.s.2: Ainda num vídeo publicado hoje disseste que o teu ponto forte é a "ignorância"... Apresento-te uma solução: escreve o que vais dizer antes de filmar.

P.s.3: Fábio, a frase que dedicas a toda a gente que não gosta dos teus vídeos é uma prova de imaturidade e má educação (que já falei anteriormente). Alexandre Santos e o pessoal do Estrondo já foi... não te queiras colar.



5 comentários

Enviar um comentário